Docente e estudante de Enfermagem do UNIFSA publicam capítulo de livro

30 jul


Uma história de superação – assim pode ser resumida a trajetória da estudante Andressa Queiroz Marques da Silva na produção do seu trabalho de conclusão de curso na graduação em Enfermagem do Centro Universitário Santo Agostinho. Antes mesmo de defender o trabalho para a banca, ele foi publicado como capítulo no livro “Bioética e Saúde Pública” (ISBN: 978-65-86700-04-6). A pesquisa, orientada pela professora Dra. Willyane de Andrade Alvarenga, leva o título “Aquisição de conhecimento sobre saúde sexual e reprodutiva por adolescentes: uma revisão integrativa” e teve como objetivo identificar na literatura científica quais as fontes utilizadas pelos adolescentes para a aquisição de conhecimento sobre a saúde sexual e reprodutiva, enfocando qual o papel do enfermeiro nessa transmissão de conhecimento.

Capa do livro em que está publicado o trabalho

Com o distanciamento social, medida para combater a pandemia do novo coronavírus, os encontros de orientação foram todos virtuais, bem como as pesquisas bibliográficas – nesse ponto residiu a maior fonte de dificuldades de todo o processo: a conexão de rede. “Eu tive muitos problemas de acesso, não tinha internet, era difícil conectar e me concentrar para produzir, mas a professora Willyane Alvarenga foi muito paciente e sempre me direcionando incansavelmente para superar esse grande desafio. Até pensei em desistir, mas com o apoio dos meus amigos, familiares e professores, eu consegui. Esse trabalho, e o seu reconhecimento com a publicação, me fez enxergar que nada é impossível quando se tem vontade e coragem, esses são valores essenciais na profissão que escolhi. Tiro a lição de persistir e não desistir por mais que apareçam obstáculos e de fazer com amor aquilo que se gosta. Essa experiência foi muito importante para a profissional que me tornei”, explica.

A professora orientadora Willyane esclarece que Andressa sempre demonstrou muito compromisso e resiliência em lidar com as dificuldades. “Tivemos muitas reuniões de orientação por telefone e muitas vezes ela usava o celular para digitar seu trabalho. Ela tem todo o mérito pela publicação do trabalho, pois estava determinada a ter uma publicação e somou todos os esforços para isso. Enviou o seu trabalho para ser publicado na forma de capítulo no livro Bioética e Saúde Pública, corrigiu as sugestões dos revisores e teve o mérito da publicação antes de defender seu TCC. Tenho muito orgulho dela, pois ela é a prova de que com o querer é possível alcançar voos altos”.

Juntas, as pesquisadoras produziram um trabalho que certamente contribuirá com outras pesquisas por apresentar uma revisão integrativa de um tema atual e que envolve múltiplos setores da nossa sociedade: o conhecimento dos jovens acerca da saúde sexual e reprodutiva e o papel educativo da enfermagem nesse aspecto. Como resultado, a pesquisa aponta que os adolescentes se informam principalmente através da internet e amigos e não com os pais e familiares, em razão do tema ainda ser um tabu. Nesse sentindo, o enfermeiro, enquanto educador em saúde, no âmbito da atenção primária, tem a potencialidade para realizar estratégias conjuntas com a família e a escola para a abordagem de temas como a prática sexual segura, o uso de contraceptivos e métodos de barreira para a prevenção das infecções sexuais e o planejamento familiar.

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Quer falar com o UNIFSA? Comece aqui